Páginas

segunda-feira, 7 de março de 2011

Tudo Ao Mesmo Tempo Agora

Segunda feira de carnaval e eu aqui de camisola, descabelada, me sentindo lixo e ouvindo um funk horrível que meu vizinho decidiu colocar no último volume. O dia hoje foi quente, fervido e juntou com mais de um milhão e meio de coisas que vinha acontecendo há um tempo e pronto! Tô numa vibe: "quero a morte" o que não é legal pra ninguém, né?
O pior é que tenho TANTO pra falar que acho que ou não vou falar coisa com coisa ou não vou conseguir é falar NADA!
Se bem que eu preciso falar, ou a coisa vai me dominar e eu não posso ser dominada.
Vou as poucos, ou vou tudo de uma vez.
Hoje acordei com uma briga, uma gritaria mas preferi fingir que estava dormindo e que não estava vendo nada pra que eles se acalmassem, mas a coisa foi ficando pior, até que ouvi a frase "pega então, me mata se for homem" e achei melhor me levantar antes que a polícia estivesse aqui em casa. Que meus pais não estavam bem, que minha mãe não estava bem, que o casamento deles não estava bem, tudo isso eu sabia...mas que eles estavam nesse nível? Minha mãe dizendo que vai embora só com a roupa do corpo, que não quer nada daqui, me dizendo que meu pai tinha uma amante que frequentava a nossa casa no passado, que só não foi embora porque na época eu era pequena...meu pai não se justificando, minha mãe chorando e eu querendo alguém que me ouvisse, que escutasse meu lado, que me ajudasse, que me disse pelo menos: "Vamos beber pra esquecer", porque afinal a briga é deles eu tô só no meio, perdida, largada mas cade essa pessoa? Não veio, não tá e pior...
NÃO EXISTE.
Sim porque percebi que não tenho amigos, tenho não...e nem é drama de momento é uma constatação de tempos, coisa que está aí no meu blog pra quem quiser ler...eu tô sozinha no mundo e sozinha mesmo, porque minha mãe deu perda total, eu vou me esforçar pra levá-la pra terapia, porque ela precisa de tratamento, meu pai já tem 51 anos e agora não tem mais jeito, o jeito dele é esse, de rua, de sair o dia inteiro e se não mudou até hoje e principalemente depois de hoje, ele não muda mais...e amizades, bom, eu não tenho...tenho muita gente que gosto de mais, que considerava meus amigos mas já vi que não é assim...que no fim tô sozinha mesmo. Que ouço muito os problemas dos outros, que apoio muito aos outros mas que quando eu sou a vítima, eu que me vire falando pra ninguém nesse blog, sim porque noção de que ninguém perde tempo lendo essa merda eu tenho, mas o que fazer se só assim pra eu desabafar pelo menos, essa é a evolução do meu "falar sozinha", eu falo sozinha pra internet...e o que dá...não falei metade do que eu queria, mas meus problemas recomeçaram...ainda tenho MUITO pra falar pra ninguém, e vou falar mais em outros posts...e postar no twitter e esperar que algum dia, alguém pelo menos leia....
Nem vou colocar música, até porque assim que eu postar esse post, vou escrever mais um, que é o que eu realmente queria pra hoje...

Já venho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário