Páginas

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Drops

Drops

"Drops" é uma expressão de cunho jornalístico, que denomina pequenas informações, que não são exploráveis o suficiente para virarem notícias, e nem desimportantes o suficiente para serem descartadas. Então, os editores costumam agrupar estas informações num boletim, determinado Drops. E é bem isso que eu vou fazer nesse post, são vários assuntos que não renderiam um post decente, mas que não podem passar batido. A maior parte é sobre a gravidez porque ultimamente esse é meu único assunto.

Abobrinhas

É impressionante a quantidade de "marshmallow flor de arco-íris" que as pessoas gostam de dizer pra grávidas, gente que nunca teve filho, gente que aparentemente se arrepende de ter filhos e gente é simplesmente babaca. Só essa semana eu consegui colecionar 3 belas abobrinhas peroladas. Vamos a elas.
1ª Estava eu comentando com as colegas de trabalho o quanto eu estava gostando dos meus novos seios "siliconados" e brinquei dizendo que quero ficar com eles pra sempre (Brincadeira essa que sempre faço, por sinal). E uma coleguinha que nunca teve filhos na VI-DA solta a bomba: "É, mas amamenta muito tempo pra ver onde vão parar eles. Vão ficar no pé!"
E assim, como tenho outras 2 abobrinhas peroladas pra postar, vou colocar aqui uma resposta de um profissional:

1- O que são seios caídos?
Os seios caídos são o resultado do processo natural de envelhecimento, mas não só isto, também pode ser encarado como um sintoma do processo de maturidade sexual, deflagrado na plenitude da idade adulta. O conceito de seios caídos vai desde os bonitos, até os extremamente flácidos, tudo depende do meio em que a mulher vive, do seu tipo de relação com o corpo e da aceitação incondicional dos estereótipos de beleza. 

2- A amamentação faz o seios caírem?
Estudos recentes realizados na Universidade de Kentucky e chefiados pelo cirurgião plástico Dr. Brian Rinker sugerem que não há correlações diretas ente os episódios de amamentação e a decadência dos seios. O Dr. Rinker encontrou mais relações entre o vício de fumar e a flacidez do que entre a amamentação e seios caídos. O estudo ressalta que em casos de múltiplos filhos a coisa pode mudar de figura.

2ª Estava eu no DP pra assinar meu ponto quando uma analista de DP me perguntou de quanto tempo eu estava, e o Supervisor do DP se virá e diz: "Vocês são tudo malucos. Não sei pra que fazer filho tão cedo. Eu me arrependo tanto." E quando o mandaram, discretamente, parar de falar ele solta "Não, ela tem que saber a verdade". Daí começou a reclamar feito um velho que não estava hiper arrependido de ter sido pai tão cedo, de que não tinha boas histórias pra contar porque é pai desde os 20 anos. Ah vá tomar no meio do centro do olho do cu, né gente? Não é porque ele é um frustrado que não queria ter sido pai tão novo que eu vou me arrepender também. 

3ª   Antes da aula, ontem a noite, estava conversando com algumas colegas de sala sobre como vou fazer nos próximos semestres, aí comentei que no próximo farei apenas disciplinas on line já que não vou poder ir a faculdade e aí uma alma bendita, um espírito de luz "Sua gravidez é de risco? Você tá doente? Por que não aguenta o semestre inteiro?" E eu só pude dizer: "Porque o bebê nasce em outubro"."Ah é" foi a resposta. 

Gente, impressiono-me com a capacidade da galera de não seguir a máxima "Se não tem nada de bom a dizer, não diga nada"

Um lindo Jaburu velhinho.

Grávida e Linda 

Antes de mais nada gostaria de recomendar a todos o Baby Center adoro aquilo lá. Nesse site feito especialmente para grávidas existem alguns fórum separados por grupos onde a mulherada compartilha histórias, fofoca, socializa e  vai formando amizades. No grupo "Bebês de Outubro" existe um fórum chamado "Grávida e Poderosa" onde muitas moças relatam como estão se sentindo lindas, poderosas, gostosas, absolutas e tudo mais, algumas poucas, como eu, já estão com a auto-estimo menos inflada. Comentei com as meninas que na verdade me sinto um jaburu véio e sem asa, tão linda quanto a bela ave na foto acima. Minhas roupas não entram, minha cara tá inchada, meu nariz vai até quase a metade da bochecha, meu cabelo tá que só um milagre. Eu tô me sentindo um lixo. Claro que o fato da minha auto-estima nunca ter sido das melhores e só ter melhorado bastante lá pra meados do ano passado contribui bastante, mas não há elogio no mundo, velho tarado doente pervertido sexualmente suficiente pra me fazer me sentir gostosa, linda e poderosa. E olha que não engordei muito, ainda não tive estrias (e não vou ter se Sheeva me ajudar) e saio com a cara sempre pintada pra dar um "up".



"E aí, já sabe o que é?"

Desde que anunciei a gravidez essa é a pergunta que eu mais escuto. Um grupo enorme de pessoas parece estar mais ansiosa que eu sobre o sexo do baby. É vizinho, é colega de trabalho, é parente, é amiga da minha mãe. As pessoas só não entendem que eu JÁ ESTOU ANSIOSA O SUFICIENTE e essas perguntam as vezes soam como cobrança e só piora minha ansiedade. A única coisa que piora é a maldita pergunta: "Você prefere o que?" Eu prefiro uma criança feliz, sabe? Quando respondo que não tenho preferencias porque não tenho nenhum dos dois, algumas pessoas se dão por satisfeitas, mas tem sempre aqueles espíritos iluminados que insistem "Ah você tem que ter alguma preferência". Não, eu não tenho. E ter de responder algo assim faz eu me sentir culpada. E se eu perceber que prefiro um menino e meu bebê for uma menina, será que ela vai se sentir rejeitada? E se for ao contrário? Eu descubro que prefiro um menina, mas é uma menino? Grávidas são sentimentais, e é preciso um caminhão de delicadeza para lidar com elas, vide o próximo drops. NÃO FAÇAM ESSA PERGUNTA se ela tiver alguma preferência, ela vai acabar falando, mas não a obriguem a escolher. É chato, é incomodo e é extremamente desagradável.

Alguém mais tá sentindo o cheirinho?
Manteiga Derretida

Eu nunca fui uma pessoa muito emotiva, mentira, eu nunca fui uma pessoa de mostrar minhas emoções em público. Todas as minhas lágrimas eu deixava pra chorar sozinha, mas gente esse monte de hormônios tá me estragando. Na sexta passada eu chorei dentro do trem, ontem eu chorei dentro de sala de aula. Eu choro porque eu tô feliz, choro porque tô triste, choro porque me sinto sozinha, choro porque me sinto amada. Eu só choro, se chorar emagrecesse eu ia parir com 5 kilos a menos do engravidei, porque olha? Tá dose.




"Ela só quer chamar atenção"

Hoje completo 9 dias sem dar o ar da minha graça no Facebook, deixei um recadinho avisando que eu ia me ausentar por uns tempos e que quem quisesse me achar tinha meus telefones e meu endereço. Até agora só duas pessoas me acharam no telefone, e uma pelo twitter fora isso ninguém nem tchum, e teve gente que eu achei que iria querer saber o que aconteceu, que iria querer entender o que aconteceu, mas olha...nem aí. E isso meio que frusta. A razão que me fez tirar 15 dias de férias do Facebook é conhecida pelas meninas do BBC, mas não é conhecida pelas madrinhas do meu bebê, louco, né? E tem gente achando que eu fiz isso pra chamar atenção, que o que eu quero é ibope....Porque, né? Eu sou uma mimadinha que tem o mundo girando em torno do meu umbigo. Eu não saí do Facebook pra chamar atenção, eu me afastei do Facebook pra resolver um problema que estava me incomodando MUITO e até agora deu certo, já pensei que talvez as coisas voltem ao que eram antes se eu voltar pro Facebook e já pensei em estender meus 15 dias para 30...ainda não sei. O bom foi que eu resolvi um problema e vi que existem outros, e olha consertar esses outros vai ser tão complicado. Mas, deixemos isso para um outro momento.



Acho que foi isso....
Tudo que eu queria falar, em pequenos drops....

That's All Folks!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário