Páginas

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Chupeta: Sim ou Não ?

Eu, particularmente, sempre fui contra o uso da chupeta em crianças, talvez porque na minha família chupeta significava um meio de fazer a criança parar de chorar, ninguém se dava ao trabalho de tentar outros métodos, era "toma a chupeta e fica quietinho", e isso sempre me aborreceu. Acho que os pais tem acalmar seus filhos, dando atenção e não enfiando a chupeta e mandando calar a boca. Algumas pessoas dizem que é bom, basta ensinar só pra dormir. Mas, e quando eu voltar a trabalhar? Eu vi minha mãe com o Matheus e sei que ela vai acabar deixando o Igor passar o dia inteiro chuchando a porcaria da chupeta e depois eu é que vou sofrer pra tirar. Ela tá doida pra comprar uma chupeta pra ele, mas eu quero resistir bravamente, se depender de mim nem dedo e nem chupeta.
E como eu sou uma mãe em formação e ando perguntando ao Prof Google tudo que não sei sobre maternidade, fui caçando se o uso da chupeta é mesmo necessário e se faz tão bem assim e descobri o que eu já sabia, a chupeta serve pra acalmar a criança, apenas...

Então segue artigo do Guiainfantil.com e link para matéria do Guia do Bebê:

O uso da chupeta é bom ou ruim? A palavra chupeta em inglês quer dizer Pacifier, ou seja, pacificador, o que tranquiliza ou acalma. E é justamente com esse propósito que a maioria dos pais começam a introduzir a chupeta ao cotidiano dos bebês. O que não podemos ignorar é que todo o processo artificial que introduzimos para modificar o comportamento das crianças tem vantagens e desvantagens, sendo necessário conhecê-las antes de tomar a decisão de utilizá-las.
Em geral, a necessidade de succionar do bebê é mais forte durante os primeiros meses de vida. Colocar as coisas na boca é a maneira que ele tem de aprender e descobrir seu mundo. Com ou sem a chupeta, o bebê descobrirá rapidamente que seus próprios dedos e mãos são bons para chupar. Mas segundo alguns estudos médicos, tanto as chupetas como os dedos e polegares, podem causar incômodos dentais.

Por que os pais introduzem o uso da chupeta?

Existem vários motivos. Primeiro, para regular o horário das crianças. Durante as primeira semanas das crianças alimentadas no peito, não têm horário e comem com mais frequência ou dormem muito, e choram mais à noite que durante o dia. Segundo Dr.Elias Jiménez (diagnostico.com) não é recomendável o uso da chupeta em bebês menores de um mês, porque o risco de aspiração do vômito é maior em uma criança pequena com chupeta do que sem ela.
A segunda razão é para diminuir a cólica. A cólica tem muita relação com a produção de gases no intestino, e a chupeta pode favorecer que a criança trague mais gases, porque está comprovado que as crianças com cólicas NÃO melhoram com o uso da chupeta.
O terceiro motivo é para evitar que a criança tenha o hábito de chupar os dedos, o que apenas é um paliativo porque quando queremos tirar-lhe a chupeta, as crianças começarão a chupar os dedos.
As recomendações da chupeta são muito poucas, e os problemas potenciais, muitos. No caso de usá-la, o recomendável é que seja depois de um mês de idade, suspendendo-a antes de 10 meses, e sempre usá-la por períodos muito curtos de tempo, antes da hora de comer, e obedecendo a uma limpeza muito bem feita.
Em todo caso, em lugar da chupeta, pode-se tranquilizar o bebê com outras coisinhas como cantar, e esfregar ou massagear levemente seu corpinho.



E aqui o artigo  no Guia do Bebê.


Então por enquanto é nada de chupeta pro Igor, veremos se consigo manter essa opinião até o primeiro aniversário dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário