Páginas

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Daora a vida

Acordei as 5:30h num frio lazarento, travei o despertador e  voltei pra cama, menos de 5 minutos depois minha mãe estava na porta me chamando (tenho de me lembrar de NUNCA deixá-la saber que horas eu tenho que levantar), e me informando que meu pai iria me levar a consulta. Levantei, tomei banho, tomei café e saímos. Não eram nem 7h e já tinha criança na rua pegando doce...no frio...cheguei no posto, aferiram minha pressão, me pesaram e eu fiquei sentadinha esperando a Dra. Luciana, tinham 4 grávidas na minha frente. Deu 8h e a Dra não chegou, e o número de grávidas só crescia...então, as 8:20h a enfermeira atendeu uma ligação e ficou fazendo cara de "ih vai dar merda" e se trancou na salinha com a secretária...e veio a bomba! A Dra Luciana só poderia estar lá para o turno da tarde, então haviam duas opções: Esperar até meio-dia OU transferir a consulta pra terça feira....Ai que ódio!!!!!! Vontade de quebrar tudo!!!!
Respirei fundo, contei até 6.758 e educadamente pedi que me transferissem para terça-feira. Vim pra casa pensando em como iria estar as 10h em Olaria e as 10:20h no Cachambi pra fazer prova de Psicofisiologia. Por sorte ou providência Divina, consegui alterar a minha prova pra 16:20h...o que significa que se minha tia quiser sair pra comemorar o aniversário da minha vó, eu não vou poder, mas pelo menos não perco a minha prova...
E agora eu quero me aboletar na cama e dormir...


Nenhum comentário:

Postar um comentário