Páginas

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Brincadeiras pro Ano Novo

Todo final de ano os programas de TV e revistas femininas ficam cheios de simpatias para a virada, mas eu vou fazer sugestões diferentes.

Que tal você criar brincadeiras que perdurem o ano inteiro?
 *Desses eu estou pensando em fazer o número 1 ou o número 9. 

Ou guardar todas as boas lembranças?
 *Mania feia que a gente tem de só guardar o que é ruim, eu mesma fiz isso ao fazer um balanço do meu ano. Mas, me lembraram que o ano foi ótimo, apesar do meu anjo ter voltado pro céu. Então guardemos nossas boas lembranças e sejamos cobertos de memórias gostosas no último dia do ano. O meu pote já estar separado.

Ou fazer planos para darmos um up na nossa vida?
*Essa eu faço há anos. O segredo aqui é todo último dia do mês dar aquele confere e ver como está indo, porque só conferir no último dia do ano pode te levar a não conseguir cumprir tudo. As minhas estão aqui

Uma outra boa ideia é escolher 12 passeios (pode ser ser uma viagem ou um passeio pra perto) um pra cada mês e assim ter divertimento pro ano inteiro.

Enfim, uma boa virada para todas e nos vemos no ano que vem a não ser que eu ganhe a Mega Sena aí passarei 2013 viajando  pelo mundo.

Feliz 2013!!!!

Resumo do ano


Eu jurei que esse post não sairia mais em 2012, a linda da Velox me deixou a manhã inteira sem internet. Um dos primeiros posts de 2013 será pra falar muito mau deles, mas vamos ao post...

Eu comecei a escrever uma restrospectiva, ia lembrar mês a mês as coisas que me aconteceram desde a viagem a Salvador até a transformação do meu filho em meu anjo da guarda, mas achei que seria mais do mesmo, afinal tá tudo aqui no blog. Esse ano eu conheci tanta gente linda, boa, amada, eu fui apresentada ao maior amor e a maior dor de todas, eu até casei (não da forma oficial, mas "mora junto é casado" diz minha sábia vózinha), eu vi minha vó cair doente e feito um gato ficar bem, eu aprendi a falar por mim e parar de deixar todo mundo tomar minhas decisões. Meu ano foi repleto de coisas boas, infelizmente a única coisa ruim foi a pior possível, mas mesmo assim eu tenho um anjo só meu no céu e isso é bom de mais.
Então não tem retrospectiva, tem lembranças, saudades e o desejo de que em 2013 as coisas boas contineum sendo infinitamente superiores que as ruins, não só pra mim, mas pra cada um que me quer bem!!!


Tenho planos, projetos, desejos, sonhos e espero que 2013 trabalhe comigo. Deixo a vocês meus mais sinceros desejos. Queria mandar beijos, mas tenho medo de esquecer o nome de alguém então por favor, sintam-se beijadas e que a meia noite vocês recebam 2013 ondinhas de amor. Eu volto hoje ainda, pra colocar umas ideias legais pro ano novo, mas agora tenho que ir preparar meu quarto pra virada. Deixo a vocês meus desejos em forma de canção.

sábado, 29 de dezembro de 2012

Update

Postagem rápida....
Estou desde ontem criando um post com os melhores e piores momentos de 2012 achando que seria revolucionário e bam...todo mundo teve a mesma ideia.
Farei o meu do mesmo jeito, mas não sou mais revolucinária...sou igualzinha a todo mundo.

Auto-estimada elevada, cadê?

Ando com a auto-estima bem caídinha, havia voltado a me sentir bem comigo mesma, mas rolou um "Nossa, como você tá forte. Nem grávida você tava forte assim."  (Forte é eufemismo pra gord@ e todos nós sabemos disso.) Essa frase acabou comigo, voltei a me sentir enorme de gorda e minha barriga tá me deixando com vontade de chorar.
Aí no meio dessa avalanche da minha auto-estima, quando todo meu apreço por mim mesma beira o nada vem a cerejinha do bolo.

(Longa pausa pra pensar em como escrever o que eu quero sem falar de mais.)

Não estou conseguindo pensar no que escrever aqui sem falar de mais, mas quero muito falar e estou numa dúvida cruel. Falo logo tudo e me arrependo depois ou falo em código e acabo não falando coisa com coisa?

Anos e anos de terapia para consertar minha baixa auto-estima, daí eu fico uns 3 meses sem terapia, o universo conspira para que em uma semana duas pessoas me coloquem pra baixo (os dois sem querer) e pronto...Daqui a pouco eu tenho uma festinha pra ir e não quero mais usar a roupa que comprei, na verdade nem ir eu quero mais, não quero ser vista porque tô me sentindo enorme de gorda. Assim como não quero namorar de luz acesa ou no claro ou sem roupa.

Não falarei nem tudo e nem em código....mejor deixar pra lá.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Da janela...

Tirei duas fotos lindas do fim de tarde, na varanda da casa minha vó, mas infelizmente meu celular é um ipobre e a foto ficou pequetita e com qualidade ruim.





Vou tentar pega o fim de tarde com a camêra, uma foto dessas em alta qualidade deve ficar muito legal.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Oi?

Bélgica, Rússia, Bolívia, Polônia e Tailândia, eu juro que entendo, mas Catar? Catar? Como uma pessoa do Catar cai no meu blog 2 vezes, ou 2 pessoas do Catar, sei lá?

E vocês recebem visitas de lugares inesperados também?

Antes tarde do que mais tarde...

Vocês lembram que eu falei aqui que havia ganho um selinho da Carla? Pois é...como estou organizando o que deixei de lado em 2012 pra não entrar com coisas pendentes em 2013 vou finalmente postar o selinho hoje. Ebaaa....


Tem regras, né? Então lá vão.

Regras:
1ª Divulgar o blog de quem lhe ofereceu o selo: Minha Vida Intensa Vida da Carlah
2ª Repassar o selo a 10 amigas e avisá-las
3ª Só repassar o selo quem o receber


Blogs.

1. As Aventuras do Vic
2. Tem Alguém aí?
3. Roupinhas de anjo (A Gi só atualizou uma vez, não deixa a gente seguir ela, mas a ideia é muito boa e eu tô dentro)
4. Bernardo is coming
5. Blog da Thaty (Não vou postar o nome do blog porque é imenso rsrs)
6. Esperando o melhor: filhos
7. Florescendo

É muito complicado achar 10 porque quase todo mundo já ganhou esse selo. Então ficarão faltam 3, bom na verdade 2 porque vou dar o selo pro meu outro blog...só pra vocês irem lá...rsrsrs
8. Uma baita viagem

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Pós - Natal

Como foram de Natal? Espero que tenham ido muito bem. O meu Natal foi cheio de sensações, teve choro, teve riso, teve stress, teve tristeza, teve complexidade, teve pesadelo tenso e quase não teve presente.
Pensei em contar tudinho, mas acho melhor não dar trela pras coisas ruins. Vamos falar só do que é bom. Fiz um cupcake de Ovomaltine que ficou coisa linda de Deus e que se tornará minha sobremesa de estimação entrando no lugar do bolo de limão. Ganhei uma placa de vídeo de 1 GB que me permitirá jogar The Sims muito bem ♥, entrei num short número 42, passei a véspera acompanhada das minhas 3 pessoas favoritas no mundo e percebi que tenho espaço pra ter uma casa de 3 quartos...ando muito empolgada com a mudança, com a ideia de ter a minha casa, meu cantinho....não vejo a hora de por a mão na massa.
Aaaaah tem fotos novas.... como não tenho mais rede social agora posto as fotos aqui mesmo.


That's All Folks

domingo, 23 de dezembro de 2012

Férias, onde vocês estão?

Ano passado passei as férias de janeiro em Salvador, esse ano desconfio que as passarei no meu quarto e estou bem frustrada com isso. Hoje tentei pesquisar lugares próximos e baratos para ir em janeiro mas esbarrei em dois problemas: o site do Decolar.com dando tilte e a completa falta de interesse do namorado que anda mais ocupado com o blog de tirinhas que ele está fazendo do que com qualquer outra coisa.
Eu sei que deveria estar planejando gastar dinheiro só com a loja e com as coisas pra da nossa casa, mas férias fazem um bem danado, e cá entre nós eu estou precisada. Ver o mar, sentir a areia fofinha debaixo do meu pé e a brisa soprando no meu rosto, ia ser revigorante...
Espero que minhas férias saiam, nem que eu vá só ali em Angra, o que pelo menos me garante um afofo na Japa Gabriele e na pequena Valentina, ou eu consiga ir pra Campinas apertar as bochechas da Bella e dar um beijo na covinha do Arthur, e conhecer o príncipe Miguel e a princesa Alice....
Ai...ai...ai...eu só preciso de férias.



sábado, 22 de dezembro de 2012

Ajude um anjo

Ser mãe de anjo é tarefa das mais difícil, eu sei bem e a Lelly apesar da dor escruciante está lutando para que outras pessoas não passem por essa experiência. Eu sei que o blog da Lelly é bem mais famoso  que o meu, mas vai saber, né?
Deixo então aqui o link para que assinem a petição e ajudem mãezinhas a não conhecer essa dor.



Feliz Natal

Eu, Mariana, não sou fã da data. Tenho um pouquinho de preguiça da falsidade e futilidade que cerca a data. Prefiro mil vezes uma família reunida em um domingo a tarde do que na ceia de Natal, tudo me parece muito forçada e desnecessário, mas isso não me impede de deseja a vocês lindo que estão sempre por aqui (o número diário de visitas as vezes até me assusta).

"Que neste Natal,
eu possa lembrar dos que vivem em guerra,
e fazer por eles uma prece de paz.

Que eu possa lembrar dos que odeiam,
e fazer por eles uma prece de amor.

Que eu possa perdoar a todos que me magoaram,
e fazer por eles uma prece de perdão.

Que eu lembre dos desesperados,
e faça por eles uma prece de esperança.

Que eu esqueça as tristezas do ano que termina,
e faça uma prece de alegria.

Que eu possa acreditar que o mundo ainda pode ser melhor,
e faça por ele uma prece de fé.

Obrigada Senhor
Por ter alimento,
quando tantos passam o ano com fome.

Por ter saúde,
quando tantos sofrem neste momento.

Por ter um lar,
quando tantos dormem nas ruas.

Por ser feliz,
quando tantos choram na solidão.

Por ter amor,
quantos tantos vivem no ódio.

Pela minha paz,
quando tantos vivem o horror da guerra."
 
Desejo a você uma "Noite Feliz", independente de ter ou não ceia, árvore e troca de presentes, que na noite em que os cristão celebram o nascimento do Salvador, sua casa e seu coração estejam repletos de amor e alegria! 
Feliz Natal!!!!

(P.S: Se tudo der certo só volto ao blog no dia 26)

"Inauguração"



NÃO CONTAVA COM VOSSA ASTÚCIA

Eu linkei o blog novo aqui no cantinho e achei que vocês não ia achar, mas tem umas danadas que já acharam e já foram lá bisbilhotar. Então tá aqui o link, já tem postagem lá...ia inaugurar só quando voltasse da GO dia 27, mas fiquem a vontade.



sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

#Doepalavras

Bom dia!!!!
Até agora nenhum sinal do apocalipse por aqui, espero que por aí esteja tudo bem também. Em dezembro eu gosto de fazer boas ações, acho legal ajudar o próximo nessa época, meu ódio pela falsidade que cerca o Natal me faz mais caridosa nessa época do ano. E com a internet é ainda mais fácil ajudar, teve a doação de um posto e R$1 pro GRAAC, por exemplo. E hoje eu doei palavras e gostaria que vocês doaçem também.
O projeto Doe Palavras pega mensagens postadas direto no site ou no twitter com hashtag #doepalavras e passa na TV das salas de quimioterapia dos hospitais Mario Penna, Luxemburgo e Casa de Apoio Beatriz Ferraz. Existem momentos na vida que apenas palavras de conforto já ajudam. Então que tal uma doaçãozinha das mais rápidas entra no site aqui e digita uma mensagem curta de conforto e fé, sem sair de casa e gastar um centavinho você vai ajudar um monte de gente a ter esperança para um novo dia.

                                                                  ♥~♥~♥~♥~♥~♥~♥


Em outros assuntos: queria só agradecer os comentários, vocês são tudo umas lindas!!!!!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Casinha Nova

Estou sofrendo com o blog novo, sofrendo...não vejo a hora de cortar a fita e inaugurar a bagaça, mas estou numa luta sangranta pra criar (ou achar) banner e template.
Descobri que não sei fazer essas coisas, eu jurava que sabia, mas não sei.
O blog tá feio toda vida e isso me entristece porque lá vai ser minha super casinha ou ao menos deveria ser....não era pra estar assim....
Mudei a cara daqui também, mas não tenha certeza se me agradou, o que vocês acham? Quero opiniões, por favor....


That's All Folks
Se o mundo não acabar, amanhã eu volto...

I Hate Christimas...

A Kéfere Buchmann, queridinha das adolescentes fez um vídeo ultra legal com uma músiquinha ainda mais legal sobre o Natal...e como eu odeio o Natal compartilharei com vocês.



Today everybody is really happy
(Hoje todos estão realmente felizes)
The bells are loud, my grandma proud
(Os sinos tocam alto, minha vó está orgulhosa)
Her grandsons were good boys this year
(Seus netos foram bons garotos nesse ano)
"Let's see what's under the tree, my dear"
(Vamos ver o que tem debaixo da árvore, meu querido)

December, the month of magic
(Dezembro, o mês da magia)
Hey brother, let's use your credit
(Ei cara, vamos usar o seu crédito)

And there goes another happy owner
(E aí vai outro dono feliz)
The old woman bought gifts at every corner
(A mulher velha compra presentes em todas as esquinas)
Oh, this time of love an forgiveness
(Oh, esse tempo de amor e perdão)
You're just another turkey murder witness
(Você só é mais uma testemunha do assassinato de um peru)

i'm from Brazil, whatever, singing in english sounds so much better
(Eu sou do Brasil, tanto faz, cantar em inglês é muito melhor)
But you can tell me what to do on my next video..
(Mas você pode me dizer o que fazer no meu próximo vídeo)
Yeah, you can tell me what to do, but no...
(É, você pode me dizer o que fazer, só que não)


It's funny how everybody is waiting
(É engraçado como todos estão esperando)
A flying old man with some creepy pets
(Um homem voador com seus animais assustadores)
Well, i don't really like red
(Bom, eu não gosto mesmo de vermelho)
So I'm gonna stay in my bed
(Então eu vou ficar na minha cama)

So let's get the family together and eat
(Vamos juntar a família e comer)
The kids are seeing Santa "Can't you see?"
(As crianças estão vendo o Papai Noel "Você não vê?")
But your bank account is the only thing going d-d-d-down by the chaminee
(Mas a sua conta bancária é a única coisa descendo pela chaminé)

December, the month of magic
(Dezembro, o mês da magia)
Hey brother, let's use your credit
(Ei cara, vamos usar o seu crédito)

You will save your money, as much as you can
(Você economizará o seu dinheiro o quanto você puder)
You will obey the older ones and then
(Você obedecerá os mais velhos e então)
You will be the last secret Santa and then
(Você será o último a ser escolhido no amigo secreto e então)
None of them is sharing their piece of ham
(Nenhum deles dividirá seu pedaço de peru)

i'm from Brazil, whatever, singing in english sounds so much better
(Eu sou do Brasil, tanto faz, cantar em inglês é muito melhor)
But you can tell me what to do on my next video..
(Mas você pode me dizer o que fazer no meu próximo vídeo)
Yeah, you can tell me what to do, but no...
(É, você pode me dizer o que fazer, só que não)


It's funny how everybody is waiting
(É engraçado como todos estão esperando)
A flying old man with some creepy pets
(Um homem voador com seus animais assustadores)
Well, i don't really like red
(Bom, eu não gosto mesmo de vermelho)
So I'm gonna stay in my bed
(Então eu vou ficar na minha cama)

Hey mom... I don't want to go to Christmas...
(Ei mãe, eu não quero ir para o Natal)
You see... I don't really like Red
(Você sabe, eu não gosto mesmo de vermelho)

Hey daughter... mommy is going to sleep now
(Ei filha, mamãe está indo dormir agora)
The wine that i drank was a little too strong
(O vinho que eu bebi estava um pouco forte)
So go on to the Chorus, let's end this song
(Então vá logo para o refrão e vamos acabar este som)


It's funny how everybody is waiting
(É engraçado como todos estão esperando)
A flying old man with some creepy pets
(Um homem voador com seus animais assustadores)
Well, i don't really like red
(Bom, eu não gosto mesmo de vermelho)
So I'm gonna stay in my bed
(Então eu vou ficar na minha cama)

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Resolução de Ano Velho

Tenho sito extremamente mau tratada pela minha mãe, mas isso é assunto pra um outro post. Esse aqui é só pra declarar que decidi que em 2012 não vou mais brigar com ela. Será difícil, mas vou deixá-la falar sozinha e contar até 10 (ou 1 bilhão 737 milhões 918 mil), respirar fundo e não batar boca, quem está trabalhando e se preparando para um novo rumo na vida em 2013 sou eu, então a mudança tem que partir de mim. Eu devo agir de acordo com os meus princípios e não reagir às ações alheis. Postarei um texto repetido aqui, mas vale a leitura.

"O colunista Sidney Harris conta uma história em que acompanhava uma amigo à banca de jornais.
O amigo cumprimentou o jornaleiro amavelmente, mas como retorno recebeu um tratamento rude e grosseiro.
Pegando o jornal que foi atirado em sua direção, o amigo de Harris sorriu polidamente e desejou um bom fim de semana ao jornaleiro.
Quando os dois amigos desceram pela rua, o colunista perguntou:
"Ele sempre te trata com tanta grosseria?"
"Sim, infelizmente é sempre assim".
"E você é sempre tão polido e amigável com ele?"
"Sim, sou".
"Por que você é tão educado, já que ele é tão indelicado com você?"
"Porque não quero que ele decida como eu devo agir"
."

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Doe um post pro Graac!

Amadas, a maioria das seguidoras aqui acabou de ter filho e eu imagino a alegria que é ter um bebê ou criança saudável em casa, mas nem todas as mamães tem essa sorte. O GRAAC (Grupo de Apoio a Criança e Adolescente com Cancer), uma instituição sem fins lucrativos que se esforça a dar a  crianças e adolescentes todas as chances de curo com qualidade vida, dentro do mais avançado padrão científico está precisando de doações. Que tal ser essa sua boa ação de Natal? Dá pra dar R$1 ligando pra  0500-1000-001. Então que tal doar R$1 pelo telefone e um post pelo seu blog? A gente doa R$1 e consegue mais doações.

Deixarei o apelo da Bianca aqui, espero ver todas vocês doando, ao menos um post (publicação no Facebook, no twitter, no (falecido) orkut, no Google +, no Instagram,  o importante é doar)


Não resisto....

Eu estou aqui em cólicas organizando as coisas e planejando como vai ser a divulgação da loja, e toda hora abro o cartão de visitas e fico em cólicas pra mostrar pra alguém e bom, eu vou mostrar pra vocês. Só embassei meu número de telefone porque a loja não está aberta ainda e pode ser que fiquem me ligando antes da hora.






Que tal?

Rewind Youtube Style

Eu amo retrospectiva, assisto a da Globo, do SBT, da Record...adoro lembrar tudo que se passou durante o ano. Quando eu era criança era fascinanente ver tudo que aconteceu em ano (pra criança um ano é uma eternidade) em uma hora ou um pouco mais.
Acabei de ver a retrospectiva do youtube ao ritmo de Gangnam Style e Call Me Maybe e amei....taí procês.

Até o brasileiro MisteryGuitarMan tá no rolo...gostei um bocado.


Retrato

Acordei ontem as 6 da manhã, quando a Nathália chegou em casa e não quis dormir...conversamos, jogamos bola uma pra outra, brincamos de Alerta Cor tudo dentro do quarto, eu sentada na minha cama e ela na que havia sido improvisada pra ela no chão. Tomei banho, café da manhã e acompanhei o namorado até o mercado, ele precisava comprar um novo par de chinelos antes de sairmos, os chinelos vieram errados e voltamos ao mercado. Depois embarcamos no carro, um clube dos mais longes era nosso destino. O dia foi divertido, banho de piscina, passeio entre as árvores, fotografias e o retorno pra casa. Planos para o futuro na cama, uma barata voando janela adentro e eu não dormindo mais, por medo que ela ressucitasse (meu medo desse inseto nojento é patologico). Horas encarando a parede do quarto escuro sem pregar o olho, pareceu uma eternidade, por vezes ganhava um abraço, um cheiro, mas a hora não passava e ele não acordava. Enfim a bexiga avisou que não aguentava mais e levantei-me, o relógico marcava 04:27h, já era segunda oficialmente e em alguns minutos a casa seria preenchida de sons e eu encontraria no meu canto solitário abrigo durante todo o dia. Aconcheguei-me na cama nos seus braços, lugar que me sinto mais confortável, talvez o único lugar que me sinta confortável. Durmo, sonho com algo estranho...algo que beira o bizarro, mas antes que me acostume com o sono sinto que estou só na cama e desperto.
Café da manhã, despedida no portão e meu canto solitário. Não tenho internet então tenho pouco a fazer, posso apenas planejar o futuro, revisar meus planos e arrumar o quarto. Encontro a camera, meu coração se enche de esperança, a camera esquecida é uma esperança de que terei companhia durante a noite. Aviso que a camera ficou, e recebo como resposta um convite para leva-la...e vou. Passeio, mãos dadas, sorvete. Não a preocupação ou problemas, esqueço a dor ou ao menos a sufuco debaixo da esperança. Na volta pra casa trago no rosto o esboço de um sorriso, o dia não seria tão ruim, enfim. Cama de casal, quarto dos pais, melhor lugar pra fugir do medo, sempre  funcionou. Olhos fechados, corpo relaxado, cabeça a mil e sono não vem. 2 horas e depois 3. A fome faz companhia ao sono e também não vem. Sem dormir, sem comer, talvez um abraço apertado resolva. A internet volta, os trabalhos recomeçam. O cartão fica lindo, preciso mostrar, mas não tenho notícias. Não posso entrar em contato, cada um precisa ter o seu espaço, não posso deixar minha carência invadir o espaço do outro, não faz bem pro relacionamento "Amor de mais sufoca" minha mãe sempre disse. Continuo trabalhando, não posso parar. Meu canto solitário, fico nele por horas, o cérebro já não se empolga com o trabalho, mas o sono continua não querendo vir brincar,a  fome também não, mas a dor e a carência, essas não querem ir a outro lugar, montam acampamento aqui todo dia 17. O relógio indica que o dia acaba em duas horas e lá vou eu rastejar, procurar, preocupada e com medo. Medo do destino me dar outro golpe e me tirar alguém que amo, medo de estar sendo enganada, medo da solidão, medo...mas o retorno vem logo, coberto com farrapos, história estranha, suspeita ou ciúme bobo de um cérebro cansado por estar a quase 48 horas do sono.Talvez o sono venha antes do sol voltar a nascer, talvez a fome venha antes que a fraqueza consiga chegar, talvez alguém perceba que somenta minha sombra está aqui e me resgate....talvez....

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Contra o tempo

Quero colocar o blog novo no ar no dia 02/01, mas tenho enfrentando um grande problema: Sabotagem da Velox. Nas últimas 3 semanas já fiquei sem conexão 3 vezes, ontem quando liguei recebi a previsão de que o sinal da internet só volta amanhã depois das 18h. Enquanto isso fico sem poder fazer o template e o banner de lá, porque sempre que preciso de uma imagem nova tenho que vir aqui pra casa da minha vó e usar o computador da Nathália...e isso atrapalha um bocado. Quero editar aqui também, colocar um banner que seja a minha cara, mas sem internet complica um bocado. A falta de internet também atrapalha a criação de alguns detalhes pra "loja" e das pesquisas que estou fazendo..Acabo ficando de mãos atadas e sem nadinha pra fazer, até jogar The Sims não rola porque meu pc foi formatado e meus CDs estão emprestados....e eu não quero baixar um negócio que eu tenho original...

***

Em outros assuntos...hoje é um dia especialmente difícil pra mim, fazem 2 meses que meu filho nasceu algumas horas depois de seu coração parar de bater, não consigo para de chorar e terei de dormir sozinha, isso se dormir, já que de ontem pra hoje não dormi pois uma lazarenta de uma barata entrou voando pela minha janela e mesmo depois do namorado garantir que havia matado a danada eu não consegui pregar o olho. Nesse momento tenho olheiras maiores que a do Kung Fu Panda e da Gretchen juntos, meus olhos ardem, mas não consigo dormir.

Enfim...
That's All Folks

sábado, 15 de dezembro de 2012

Apertem os cintos




Preparem-se senhoras e senhoras leitoras deste blog, 2013 vai chegar com grandes mudanças...ui ui ui...vou mudam template, banner e o rumo da prosa e vou abrir uma casinha nova pra narrar a vida de tentante (e depois de gestante e mãe), esse aqui vai continuar no rumo dele, um lugar pra eu desabafar e escrever sobre coisas que acho interessante, sem contar que vou voltar a postar música e começar a compartilhar receitas legais. Aqui vou falar também do andamento da montagem da loja de venda de produtos de entreiterimento adulto ( ou sexshop como preferirem), vou narrar também os rumos da mudanças e reclamar de como TUDO custa caro....Espero que quem acompanha aqui, a partir do ano que vem acompanhe os 2, eles irão se complementar, mas vou deixar cada coisa em seu lugar bem organizadinho. Já estou trabalhando nos templates daqui e de lá e nos banner também. Apertem os cintos e venham comigo? Porque são vocês que não me deixam desanimar...

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Era Uma Vez... (Parte 2)

Apesar de a tradução da primeira parte ter me dado um trabalho do cão e ter sido um dos posts com menos visualizações, eu vou fazer a parte 2 sim.


Jasmine
 A Jasmine do conto popular no Oriente Médio é bem mais "elenco de apoio" do que a da versão da Disney. Seu nome original é Princesa Badroulbadour (Oi?), filha de um imperador do extremo oriente. Ao contrário da Jasmine que se faz de difícil até o Alladim a levar para um passeio de tapete voador e engatar um lindo dueto em Um Mundo Ideal, a princesa B. casa com o Alladim assim que o gênio o transforma em rico e os dois vão morar em um belíssimo castelo feito por mágia. O mago malvado vai visitar a B. fingindo-se de comerciante de lâmpadas e se oferece pra ajudar a princesa na decoração trocando as lâmpadas velhas por lâmpadas novas e assim leva o gênio embora. Óbvio que o Alladim, com a ajuda do gênio, consegue derrotá-lo e pegar a lâmpada de volta e os dois vivem felizes para sempre.


Mulan

Embora tecnicamente ela não seja uma princesa, a Mulan é uma das mocinhas mais populares da Disney (eu particularmente amo o filme por essa cena ). Procurando uma princesa mais durona do que as tradicionais, a Disney de inspirou na antiga lenda chinesa de Hua Mulan, que supostamente viveu durante a Dinastia Wei do Norte, que durou de 386 a 584 A.D (é a D mesmo de anno Domini). A lenda costumava ser contada em forma de música lenta e foi transformada em livro entre 1368 e 1644. As duas versões contam a história de uma jovem que se veste de menino e se junta ao exercíto no lugar do seu pai. A história original foi uma das primeiras na China a pregar a igualdade de gêneros. A maior parte da história da Disney segue as versões originais da lenda, apenas adicionando amiguinhos animais (Mushu, aquele lindo) e colocando um dos colegas de batalha apaixonado por ela. Na história original Mulan ganha apenas o respeito dos soldados.

Tiana 


Na animação de 2009 "A Princesa e o Sapo", a chef de cozinha Tiana se transforma em sapa após beijar um príncipe transformado em sapo, por não ser uma princesa. Foi uma reviravolta interessante para a históra dos Irmãos Grimm em que uma princesa transforma um sapo num príncipe. A versão dos irmãos Grimm só um tiquinho mais violenta. Na versão original a maldição só pode ser quebrada quando o príncipe sapo for lançado contra uma parede. (Primeiro beijo do amor verdadeiro nunca, né?) . Na história da Tiana os danos corporais são mínimos, os dois sapinhos se casam transformando a chef em princesa e dando a ela o poder de quebrar a maldição.



 Rapunzel

A heroína no filme "Enrolados" (pior filme de princesa da Disney) de 2010 é uma personagem familiar. Sua história foi escrita pelos Irmãos Grimm, que a adaptaram de uma história francesa originalmente publicada em 1698. Muitas versões da história foram surgindo através dos séculos.
 Embora a versão da Disney seja inocente e classificação livre, esse não é o caso nas versões anteriores. Na versão dos irmãos Grimm a feiticeira fica doida de raiva depois de descobrir Rapunzel grávida depois de várias visitas secretas do príncipe escalando por suas longas tranças.




 Merida

A caçula das pricesas Disney do filme "Valente" não foi inspirada em nenhuma lenda ou história antiga, ela é a 100% original Disney.




Então...foi isso. Eu traduzi e adaptei o texto daqui, caso alguém se interesse.

That's All Folks

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Era uma vez... (Parte 1)

Eu sou grande fã de conto de fadas e me tornei grande do seriado Once Upon a Time também, por lá as histórias são "levemente" diferentes das histórias da Disney. Hoje enquanto perambulava na tag "Disney's Princess" no tumblr encontrei as versões originais de algumas delas, a maioria tem bem menos fru-fru, então decidi traduzir e compartilhar "cocês", mas como sou tagarela toda vida rola uns comentários entre parentes...Espero que gostem!

Branca de Neve

Quem entendeu a foto me add no orkut!
Antes da Disney transformar a história da Branca de Neve num conto tão lindo e politicamente correto para crianças (apesar de proibido na Inglaterra quando lançado por ser muito violento) a história da Branca de Neve era um pouquinho mais sinistra. A versão mais comum pré-Disney da Branca de Neve foi a escrita pelos Irmãos Grimm em 1812 (praticamente ontem). Apesar do Walt Disney ter usado o mesmo esboço da história original na sua animação em 1937 (uma das minhas avós tinha 7 anos e a outra nasceria apenas 2 depois) ele deixou alguns detalhes mais macabros de fora. Na versão original a Rainha Malvada comia o coração que ela achava ser o da Branca de Neve, que na verdade era o de um javali que havia sido estirpado pelo Caçador. Na versão original a Branca de Neve é doce e fofinha também mas, seu despertar acontece de uma forma bem menos romântica. Não é o primeiro beijo de amor verdadeiro que a acorda, na versão original ela fica com um pedaço da maçã envenenado preso na garganta e quando seu caixão está sendo carregado para o local em que será enterrado, alguém do grupo tropeça e ela desengasga. E pra finalizar a Rainha Malvada recebe uma punição mais cruel do que ser assassinada por animais fofinhos, na versão original ela é obrigada a dançar usando sapatos feitos de ferro quente até a morte. 

Cinderella 


A Cinderella na verdade é uma princesa antiga e multi-cultural. A versão que a Disney se baseou pra sua animação de 1950 foi baseada numa história popular escrita pelo autor francês Charles Perrault em 1697, mas a princesa começou sua escalada pra fama bem antes disso.
Um mito da Grécia Antiga no ano 1 A.C fala sobre um bonita jovem egípcia que teve sua sandália roubada e levada para o rei por uma águia. O rei então começou uma procura insana pra saber de quem era aquele belo sapatinho e casou com ela quando ela foi encontrada. (pense num fetiche)
Outra versão, já na China antiga retrata uma jovem que encontrou um peixe que era a reencarnação de sua mãe (lembrei da Phoebe com o gato). A jovem usou o osso mágico do peixe (Duas coisas: Desde quando peixe tem osso? e Ela matou a encarnação da mãe?) para se vestir lindamente para o baile de Ano Novo. Depois de perder o sapato ela acaba se casando com o príncipe que a ajuda a se livrar da madrasta e suas filhas malvadas.

Aurora (A Bela Adormecida)

A princesa Disney de 1959 originalmente tem muita história deixada de lado depois de toda história do "peganosonoeéacordadaporumpríncipe". A versão original publicada pelo Charles Perrault (Aurora e Cindy são irmãs) em 1697 e adaptada pelos Irmãos Grimm  gira em torno de uma princesa chamada Briar Rose (a Linda Rosa Juvenil, sacas?). Enquanto a primeira parte do conto é parecida com a versão da Disney, a segunda parte tem um "que" de Irmãos Grimm e fala de ogros. Acontece que a sogrinha da Aurora é uma ogra (ou um seria um ogro fêmea?) e a princesa só descobre quando já se tornou rainha e teve dois filhos, uma menina chamada  L'Aurore e um menino chamado Le Jour. Quando a mamãe vai visitar seu filhote, agora rei ela tenta comer a nora e os netinhos. Por sorte o príncipe não é um filhinho de mamãe, salva a família e joga a véia num poço cheio de cobras.

A Pequena Sereia

A versão Disney e a do Hans Christian Andersen são até bem parecidas. As duas princesas trocam suas caldas e vozes por um par de pernas para que possam ir para terra firme e conquistar seus príncipes. Só que A Pequena Sereia original merece um pouquinho mais de nossas simpatias porque a Bruxa do Mar a amaldiçoou com uma dor terrível cada vez que ela colocasse peso sobre suas pernas. Sem poder falar, seu único jeito de impressionar o príncipe era dançando (pense na dor).  Como desgraça pouca é bobagem o príncipe casa com outra e a sereiazinha se dissolve e se transforma em espuma do mar.


Bela

Hã?Hã? Entendeu?
A Bela original não gostava mais de livros do que de meninos. Reza a lenda que a história escrita em 1740 por Gabrielle-Suzanne Barbot de Villeneuve (Isso é que é um nome!!!) foi escrita para persuadir jovenzinhas a se casarem com homens "não tão atraentes", mas ricos. A Bela do século XVII era uma menina de 14 anos filha de um homem que havia perdido sua fortuna. A jovem, prometida a Fera por seu pai, se mudou para o castelo do monstro e se tornou dona de toda sua fortuna e servos. Quando suas irmãs interesseiras descobriram que ela tinha tirado a sorte grande a convenceram a deixar o homem pra lá, torcendo pra que ele ficasse possuído de ódio e a comesse viva (adoráveis essas irmãs), mas ao invés disso ele quase morre de coração partido (ou dor de cotovelo, como preferirem). Quando a jovem Bela volta ao castelo para consolá-lo ele se transforma num belo príncipe.





Amanhã posto a parte 2 com  Jasmine, Mulan, Tiana, Rapunzel e Merida.

That's All Folks

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Visceral

Queria saber quem o infeliz que nos impôs que a única felicidade que presta é a visceral. Só sossegamos quando nossa felicidade é quase tangível, ser só um pouquinho feliz não basta. É preciso ter tudo, se não for o pacote completo não presta.
Eu conheço uma jovem de 30 anos, formada e pós graduada, que vive sozinha em um apartamento relativamente bem localizado, ganha bem e sai todos os finais de semana. Para muitas pessoas ela está no lugar certo, deveria ser feliz e pronto, mas na nossa sociedade só isso não basta. Então ela não está satisfeita, falta um marido, filhos, uma casa de quintal e um cachorro fazendo bagunça. E quando essas coisas foram alcançadas, vai faltar um carro, viagens em todas as férias...e bla bla bla...sempre vai estar faltando alguma coisa.
Aquela felicidade visceral, aquela sensação de que não há nada na nossa vida que possa melhorar, ah meu amigos, ela nunca será alcançada e ainda bem, né? Afinal, depois de um tempo deve ficar entediante.
Falando por mim, eu sinto vontade dessa felicidade visceral. Um namorado atencioso e que toca violão, sexo com freqüência, tv a cabo, carro na garagem, faculdade...é pouco. Eu quero a minha casa (e que seja perfeita), corpo de panicat, filhos, diploma, negócio próprio, um bom salário, viajar duas vezes no ano...
E a culpa dessa necessidade à felicidade visceral é da mídia, que nos vende essas imagens. A mocinha da novela só encontra a felcidade, no último capítulo, quando engravida, casa (com o mocinho rico) e tudo mais, o pobre da TV é feliz de um jeito mais barulhento e caricato.
Felicidade visceral não existe...e precisamos aprende isso, pois a cada geração a necessidade de atingi-la aumenta e o encontro com a felicidade real diminui.
Sejamos felizes, dentro do que temos. A vida real pode ser bem divertida.

Caso você tenha começado a vir aqui depois que entrei no BBC, você nunca leu esse texto da Martha Medeiros e eu recomendo a leitura.

That's All Folks.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O pecado é de quem?

Estava agora a pouco lendo um guest post no Escreva Lola Escreva e moça comentou sobre um dia ter tomado uma bronca do pastor por usar saia acima do joelho, pois alguns homens poderiam a olhar de forma maliciosa e automaticamente lembrei de um causo.

Rio de Janeiro, 21 Janeiro de 2007

Na época eu tinha 18 anos, estava a poucos dias de completar 19  e estava "fazendo crisma" (o termo certo não é esse, mas todos os dias tento me livrar um pouquinho do catolicismo a mim imposto). Os encontros de catequese eram as 16h de domingo. Eu acordava cedo e ia a missa das 7h, porque ainda não estava muito calor e passava o dia em casa, as 15:30h eu voltava para igreja para o encontro, onde ficava até as 18h e de lá vinha direto pra casa. 
Naquele domingo específico, 3 dias antes do meu 19º aniversário fazia uma calor que beirava o insuportável e eu coloquei uma saia jeans no meio da coxa, uma ribana cor de rosa e uma sandália de dedo dessas de plástico com salto plataforma. Assim que cheguei na igreja recebi da catequista, uma senhorinha que tinha uma personalidade próxima a da Perpetua de Tieta um olhar bem feio como se eu estivesse nua ou sei lá, usando uma camiseta com frases satanistas.

Durante o encontro, que por uma baita sacanagem do destino era sobre pecado, ela começou a falar sobre "pecados involuntários"...maoe? Então ela soltou a pérola: "Por exemplo, hoje a nossa amiguinha *aponta pra mim* decidiu vir com uma roupinha que mostra tudo e no caminho pra cá passou por alguns bares onde homens casados estavam e com o corpinho dela de menina novinha os levou a ter pensamentos impuros, ou seja, ela os levou a pecar então é ela quem está pecando."


Eu juro que ela disse isso!!!! Naquele dia voltei pra casa cheia de raiva..... como assim se um homem casado olha pra mim e pensa besteiras o pecado é meu? Como assim? Partindo desse raciocínio se uma mulher é estuprada enquanto usa uma roupa mais curta e/ou decotada o cara não fez nada de errado e a culpa foi dela.
Nessa época eu ainda buscava um sentindo pra minha vida dentro da igreja, então aposentei as sais curtas e as roupas decotadas, afinal não podia ser a causa do pecado do outro, apesar de discordar com aquilo é muito complicado tentar mudar as regras de uma religião de mais de 2 mil anos, ainda mais quando se trata de uma religião que te induz a culpa...
Hoje comecei a pensar bem nisso, e vi o quanto o machismo nos é imposto como verdade absoluta....
Porque olha, se passa um homem bonito, eu olho também, mesmo sendo "casada", mas daí a pensar em pornografias com o cara aí já é outra história...eu não faço isso, minha mente tem noção de que eu tenho alguém em casa para fazer pornografias. Um homem olhar uma mulher passando de roupa curta, é normal, um homem pensar besteira com essa mulher é erro dele e o pecado tem de ser dele. Quem criou essa regra de que o pecado é da mulher? Por que o pecado tem de ser da mulher?
Essas verdades incostestáveis foram uma das coisas que me afastaram do catolicismo....um dia quem sabe, se eu estiver cara a cara com o Criador (o que de acordo com o catolicismo, não acontece nunca) eu pergunto a ele. Até lá, minha religião será Deus (não o Deus cristão e sim a força maior que nos guia) e nada mais. Dogmas e tudo mais, não cabem dentro do meu campo de pensamento....

O post foi só pra por pra fora o que ficou ecoando em minha mente depois de ler na Lola, a história da moça.
That's All Folks

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

#mimimi Estraga o cérebro


Reclamar faz mal! Gente resmugando é um saco!!! Mas quer saber de um negócio louco? Ouvir uma pessoa reclamando o tempo todo deixa a gente mais burro. Sério mesmo, tá aqui a pesquisa. O autor Trevor Blake descobriu que com mais de 30 minutos seguidos ouvindo negatividade os neurônios saem do hipocampo do cérebro, a parte responsável pela solução de problemas diminui de tamanho e como o cérebro funciona tipo um músculo se você passa muito tempo ouvindo alguém reclamar dos problemas, você acaba se transformando numa pessoa negativa também. Mas, tem solução...é só focar sua atenção na solução e não no problema, então quando alguém começar a reclamar insistentemente (beijo mãe!) basta você ir solucionando mentalmente os problemas dessa pessoa!!
E todo mundo sabe que reclamar não resolve problema, se resolvesse alguma coisa ainda ia, mas sem ação a reclamação só serve pra te transformar numa mala sem alça (beijo de novo mãe).

Deu pra perceber que eu estou sofrendo porque minha mãe virou uma fábrica de mimimi? Ela reclama de tudo, todo o tempo. E ai de mim se tento dar uma animadinha ou digo a ela que reclamar faz mal e não adianta de nada, ai começa o discurso de "Já que eu não posso nem reclamar mais, eu tenho que ( insira reclamações infinitas aqui)"...e olha, pra mim já deu!!! Deu!!!
Então para não ficar contaminada e só reclamar da vida também, estou correndo atrás de começar meu próprio negócio, ajeitando minha casa e metendo meu pé! Já que ela só sabe reclamar, deixo a função de ouvir pro meu pai...ele que ouça e ature, eu não posso mais...já que meus conselhos só servem pra ela ficar ainda mais mimimizenta...tô vazando.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Favor: Nunca mais

 




Britoca says: -Hello big african americans
Meu último post soou como #mimimi? Se sim, só lamento! Anyway....
Hoje estou mais bem humorada, ontem Deus havia colocado meu dia no modo hard, e aí não dá pra manter um sorriso no rosto...
Não tenho sentido muita vontade de sair de casa e evito isso ao máximo, passo boa parte do tempo na cama com o notebook, só levanto pra malhar, tomar banho e comer...só. Minha mãe anda numa TPM (tensão pré menopausa) do capeta e passa horas do dia com cara de bunda e me ignorando, então passo boa parte do dia sozinha e em silêncio, o BBC anda mais parado que água de poço então entro lá uma vez ao dia, quando entro. Meu dia anima quando dá 7 horas e o Valber volta do trabalho, aí vamos malhar, jantar e tudo mais...


Ontem estava aqui sentadinha no meu canto jogando The Sims (minha terapeuta diz que eu uso o The Sims pra fugir dos problemas da realidade) quando minha tia ligou perguntando se eu queria ir com ela até a Ilha do Fundão, levando em consideração que: 1.Eu não sinto vontade nem de sair da cama e 2. Ontem estavam 35ºC, sol forte, nenhuma nuvem no céu e nenhuma brisa leve, óbvio que eu disse que nope, thank you e então ela sugeriu que eu fosse pra lá tomar conta da minha vó. Okay, é aqui pertinho e eu ia trocar minha cama com o note pelo sofá da minha vó com a TV...e lá fui eu, de havaianas, short jeans e camiseta véia. Passadas algumas horas minha tia liga e me pede que vá ao Fundão encontrar com ela NAQUELE EXATO MOMENTO, e por mais que eu insistisse que estava sem a mínima condição ela começou a falar que tinha que ser naquela hora e bla bla bla...e lá fui eu, de havaianas, short jeans e camiseta véia para o Fundão, já cuspindo fogo pelas ventas. 40 minutos parada no ponto de ônibus com sol na cabeça, o ônibus passa e não para, mando o motorista tomar no meio do centro do olho....e continuo parada igual a uma palhaça NO SOL, depois de mais de 1 hora eu consigo pegar o ônibus e me embrenho pra Ilha, que é pertinho, mas contra-mão pra ir de ônibus, fui entreguei os exames e voltei pra casa, mas não tinha como vir direto, já que o 910 só passa do outro lado do hospital e pra pegá-lo eu teria de passar por dentro, mas sem meu RG (que estava em casa, já que eu havia ido ali na casa da minha vó) eu não poderia entrar no hospital, então eu precisei pegar um ônibus pro centro da Ilha e de lá pegar o 910 pra casa. O maldito ônibus só passa a cada 30 minutos e assim que subi a passarela pra ir até o ponto eu o vi apontando na esquina...e lá fui eu, correndo feito uma louca de baixo do sol de 35ºC pra conseguir pegar o ônibus. Consegui! Entrei no ônibus com o pulmão pegando fogo, suada, e vestida feito uma mendiguinha...e cuspindo fogo!!!!!
Sabe quantas vezes minha tia me perguntou como eu estava depois da perda do Igor? Nenhuma!
Quantas vezes ela me abraçou desde que chegou ao Brasil? Nenhuma!
Quantos presentes ela trouxe pra mim? Nenhum
Só o que ela fez foi me pedir favor, me criticar (meu cabelo tá feio, eu fui burra de largar a faculdade de Turismo, eu estou perdendo tempo fazendo Psicologia, eu tô gorda...) e dizer que eu tenho que ir embora com ela pros Estados Unidos e arrumar um marido americano.
E então ontem depois de sair de casas ao meio dia pra ficar com a minha vó e chegar em casa quase as 7h depois de voltar da Ilha do Governador eu cheguei a conclusão que já deu de ser boazinha...já deu de pensar nos outros antes de mim...Deu MESMO!!!!
E pra completar por ter reclamado do que me fizeram passar ainda ganhei fama de imprestável....Ma oe....mereço ou não o troféu de babaca do ano?
Enfim...
That's All Folks
(Volto ainda essa semana pra postar o selinho que a Carla me deu, prometo)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Update

A Carla me deu um selinho pro blog, meu primeiro selinho...mas tem umas regrinhas e tudo mais e não tô com disposição de fazer agora. Antes dessa semana terminar eu posto tudo direitinho.
O post sobre a Karina Veiga chegou a quase 300 visualisações e teve até anônimo querendo causar nos comentários #medo...

Eu ando me sentindo muito sozinha, de verdade. Percebo que desde que deletei o Facebook deixei de existir para um montão de gente. Sem contar que muita gente se afastou pra que minha tristeza não ofusque sua felicidade...mas isso é bom pra gente se livrar de tudo aquilo que não faz bem pra 2013.
Hoje tive dia dos mais complicados e percebi que estou no rumo certo, me afastando de tudo e de todos.

Vida que segue!