Páginas

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Pedido

Eu poderia estar roubando, eu poderia estar matando, mas eu estou aqui pedindo que você acesse esse link e curta a foto do Arthur Henrique, filho da Eliete, e o ajude a ganhar um book fotográfico. Desde já eu os agradeço.

(Tinha um erro de gramática grotesco, que vergonha) 

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

A Loja

A Letícia me pediu pra explicar sobre a loja e gente...eu só falei dela aqui quando ainda estava em processo de criação, como pode?

Eu agora trabalho com venda de produtos eróticos, sex shop. A loja é minha (obrigada Papai do Céu) e eu vendo em domícilo e pras amiguinhas de fora do Rio envio pelo correio. Confesso que não imaginei que você tão trabalhoso quando decidi começar a trabalhar com isso, mas estudando de manhã e a noite eu preciso de algo com horários mais flexíveis para ganhar dinheiro e nisso a loja é perfeita.
Ainda estamos muito novinhas, ela começou a funcionar oficialmente há uma semana, vou criar blog e acabei de criar uma página no Facebook pra ajudar a divulgação e logo logo, aceitarei cartão de crédito....
Acho que é isso.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Mortinha de Orleans Bragança e Bourbon

Porque estar "Mortinha da Silva" é coisa de pobre
 Pense numa neguinha cansada...De madrugada um carro bateu no poste aqui a portão e explodiu o transformador, pense num barulhão e num susto. Daí pra não dormir mais foi um pulo e depois disso eu não parei. Fui ao banco e perdi hoooooooooooooras sendo presenteada com o melhor da burocracia, fiz as minhas encomendas, lavei uma pilha de roupas e tirei um monte de caca do quintal, os cachorros estavam especialmente inspirados hoje....por Deus, acabei não conseguindo ir na esquadria ver o preço da porta e das janelas ... Agora minhas costas doem e eu sinto que não dei 100% de mim e olha...tô preocupada em como vai ser a partir de semana que vem, sem máquina de lavar, estudando de manhã e a noite....que Deus me ajude.

sábado, 26 de janeiro de 2013

Prêmio Liebster

Olha que legal...ganhei o prêmio Liebster da Lud no Uma Baita Viagem e da Larissa aqui...sou uma mujer duplamente premiada.




O que é o Prêmio Liebster? 

O Prémio Liebster é um prêmio destinado a blogs com menos de 200 seguidores e pretende premiar a amabilidade, gentiliza, beleza, simpatia do blog (e blogueir@) bem como dar-lhe as boas vindas. As regras deste prémio ditam que responda a 11 perguntas colocadas por quem me presenteou, escolha novas 11 blogueiras e faça novas 11 perguntas. Ajudando assim na divulgação de quem me presenteou e de quem vou presentear. Vamos?


1. Qual seu maior sonho e por quê?
Me formar, porque tudo que sempre sonhei ser como profissional só será possível com o diploma e meu CRP.  Aí vou poder abrir meu consultório, me especializar em Psicologia Infantil, fazer meu mestrado...

2. Se pudesse fazer uma coisa impossível, o que faria?
Traria meu filho de volta.

3. O que mais te faz feliz?  
Eu gosto das felicidades do pequeno momento, o que mais me faz feliz são surpresas agradáveis.

4. Qual o pior dia da sua vida? 
Dia 16 de outubro de 2012, quando o coração do meu filho parou de bater durante o trabalho de parto.

5. Uma luta que você nunca vai deixar
Não sou se abraçar causas, mas se tem algo que eu defendo hoje e acho que defenderei sempre é o direito a igualdade. Homem, mulher, homossexual, heterossexual, branco, negro, índio, pobre, rico...tudo gente, tudo merecedor do mesmo tratamento.

6. 3 pessoas que você ama acima de tudo.
Meu pai, minha mãe e minha Jaja.

7. Qual a importância do seu blog na sua vida?
Esse blog e eu temos é história, é pra cá que eu corro quando me sinto sozinha, sem ele provavelmente eu teria ficado louca, ele foi de extrema importância nos momentos em que eu cheguei perto de desistir de tudo.

8. Qual foi a maior alegria da sua vida até hoje?
A maior? Putz...nesses meus 25 anos de vida já tive tantas grandes alegrias, mas ao mesmo tempo não tive nada de extremamente fantástico por isso acho que  não consigo escoher uma só.

9. 3 palavras que definam você
Determina, teimosa e desconfiada

10. Do que as pessoas hoje em dia mais precisam em questão mental e sentimentalista?
Seja mental ou sentimentalmente acho que as pessoas precisam de noção que aqui é passageiro e que todo mundo vai ter o mesmo fim, mas especificamente no quesito sentimental o mundo precisa de mais compaixão, se por no lugar do outro...

11. O que você mudaria hoje na sua vida?
Eu já seria formada, se pudesse mudar tudo voltaria a 2004 e entraria na faculdade de Psicologia logo depois de terminar o colégio. 




Não vou passar o selo pra ninguém nem fazer perguntas aqui, porque já fiz aqui.

Chakras

Minha fé é baseada em acreditar, apenas. Mas, sou completamente ciente de que existem religiões e crenças em que as pessoas são ensinadas a acreditas apenas naqueles dogmas, então caso minha postagem lhe ofenda ou agrida a sua religião, peço desculpas e lhe convido a voltar num outro post.


Ontem a noite depois de sermos consumidos por uma insônia lazarente, fomos fazer um teste de Chakra para ver como estava nosso equilíbrio, eu gostei tanto do negócio que decidi refazer o teste e postar o resultado para vocês.



Raiz (Sob-Ativo)

Se você tender a ser medroso ou nervoso, seu Chakra da Raiz é provavelmente sob-ativo. Você não se sentiria facilmente bem-vindo.

Sacral (Sobre-Ativo)
Se este chakra for sobre-ativo, você tende a ser emocional toda a hora. Você se sentirá emocionalmente unido às pessoas e você pode ser muito sexualmente ativo. (Ui!)

Umbigo (Aberto)
O Chakra Umbigo é sobre afirmar-se em um grupo. Quando está aberto, você se sente no controle e você tem suficiente auto-estima. (Achei esse meio furado, sou até boa em grupo, mas a auto-estima tá passando longe de ser suficiente)

Coração (Sob-Ativo)
Quando seu Chakra do Coração é sob-ativo, você é frio e distante.

Garganta (Sobre-Ativo)
Se este chakra for sobre-ativo, você tende a falar demasiadamente, geralmente domina as pessoas e as mantêm em distância. Você é um mau ouvinte se este for o caso. (Eu até falo de mais mesmo, mas não me considero má ouvinte)

Terceiro Olho (Aberto)
O Chakra do Terceiro Olho é sobre a introspecção e o visualisação. Quando está aberto, você tem uma boa intuição. Você tende a fantasiar.

Coroa (Sob Ativo)
Se for sob-ativo, você não está muito ciente da espiritualidade. Você provavelmente, é completamente rígido em seu pensar.


Então é isso, eu achei o teste legalzinho. Tirando a auto-estima e o fato de ser uma má ouvinte o resto até que teve seu fundinho de verdade. Óbvio que tudo pode não passar de uma gigantesca coincidência, mas que graça a vida da gente tem se formos pessoas 100% racionais o tempo inteiro. Se quiser testar também, só clicar aqui.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Mais do Mesmo

Ontem me peguei exausta com o exercício de repetição que tem sido minha vida, uma rotina daquelas beeem rotineiras mesmo. Passo o dia com o e-mail do yahoo aberto, recebendo e-mails de grupos de emprego, mando uma média de 6 currículos ao dia, faço no máximo 2 entrevistas por semana e não consigo emprego nenhum.
Na sexta a tarde recebi uma ligação me convidando para uma entrevista no Centro do Rio na segunda às 8 da manhã e me animo, afinal poderia ser um presentão de aniversário e lá vou eu. Acordo cedíssimo na segunda, mesmo depois de ter ido dormir ultra tarde no domingo, nem o sol levantou ainda. Tomo banho, café da manhã, me arrumo, dou um beijo no namorado que ainda dorme e lá vou eu. Metrô lotado, mas vou no vagão das mulheres pra não ter que passar a viagem me desviando de homem tarado. Cheguei no Centro cedo de mais e fiquei fazendo hora na estação do metrô e perto da hora combinada lá fui, tentando não deixar o desânimo me dominar, afinal é sempre mais do mesmo...fiquei na recepção das 7:40 h até as 9:25h apesar de ter sido agendada às 8h. Após a entrevista recebo um obrigada por ter vindo, vou passar o resultado para a supervisão e te ligo, ou seja, não passei. Já trabalhei em RH, já conheço as desculpas...e aí é voltar pra casa e mandar mais currículo e ser chamada pra mais entrevistas e ficar presa nisso pra sempre...e eu cansei, cansei mesmo...
E aí por providência divina ou sacanagem do destino, as matérias que preciso fazer na faculdade pra não ficar muito atrasada são todas no mesmo horário, vou precisar escolher só 3...e fazer o resto on line...ah não, isso não. Atrasar MAIS minha formatura não, se fosse por um motivo nobre tudo bem, mas porque as matérias caíram nos mesmos horários? Ah não...então começa o impasse...estuda de manhã e a noite e não se atrasa ou estuda só a noite e continua presa no mais do mesmo atrás de emprego.
A cabeça gira, roda, dá enjoo..afinal eu estou me mudano pra minha casa, vou casar...e dinheiro vai ser muito bem vindo, será que a loja vai dar conta? E se não der? Mais dor de cabeça, tontura e vontade de vomitar...oh vida difícil...e eu choro, choro mesmo, minha cabeça tá rodando e eu tô me sentindo mal, namorado precisa de ajuda financeira. Mas, meu namorado merece uma medalha e tem paciência e é um amor e merece uma medalha mesmo e me diz que é pra eu estudar que a gente segura as pontas, e no final das contas não tenho escolha, porque pra ter conforto na vida vou ter que me formar...então a prioriadade tem que ser a faculdade, afinal, meu pai paga caro, ele merece esse diploma mais do que eu, atrasar mais a formatura está fora de cogitação. E agora é contar que a loja dê certo...e que nós consigamos segurar as pontas até junho com esse dinheiro.

E que Deus me ajude!!!!

sábado, 19 de janeiro de 2013

Cariocas não gostam de dia nublado

(Se você acompanha os dois blogs peço desculpa pela repetição do post, mas quanto mais gente ler, melhor)

O fato de cariocas não gostarem de dia nublado em nada tem haver com praia, carioca não gosta de dia nublado porque em dia de chuva a cidade se tranfosma num caos completo, as ruas alagam, rios transbordam, o trânsito fica uma bosta, e a chance de luz e telefone pararem de funcionar é gigante.
No dia 17/01, última quarta-feira, choveu muito no Rio de Janeiro e meu bairro foi um dos mais castigados (aqui vocês veem a estação de trem). Minha rua alaga e alaga MUITO, mas não entra na minha casa, pois como a rua sempre encheu existem várias armadilhas anti-enchente. Na tempestade bizarra do dia 17 a rua alagou muito, a água chegou fácil a um metro de altura. Assim sendo não passavam nem carros e nem ônibus. Por voltas das 23h, com a rua cheia o motorista do ônibus 355 de número B77560 da empresa Madureira Candelária, decidiu que 1 metro de água era pouco e decidiu passar e não só decidiu passar, como decidiu passar em alta velocidade. O movimento do ônibus causou ondas, a pressão da água quebrou 3 portões e passou por cima de um muro alagando uma casa, um dos portões quebrados foi o da minha casa.
Um morador, que teve seu portão quebrado saiu de casa e foi confrontar o motorista do ônibus 355 de número B77560 da empresa Madureira Candelária, sobre o prejuízo causado por sua teimosia e ignorância, já que o ônibus não consegueria, e não conseguiu, passar e teve como resposta a frase: "Vocês tem mais é que se fuder mesmo", veja bem, o cara bancou o MacGyver tentando passar por uma enchente com um ônibus, quebrou 3 portões e alagou uma casa e ao invés de pedir desculpas disse que os moradores tinham mais é que se fuder mesmo. Depois disso continou batendo boca com um morador, que havia tido seu portão quebrado, xingou e ofendeu os moradores e só se calou quando alguém sacou uma câmera digital e tirou fotos dele, aí ele se escondeu, se calou e depois deu ré saindo da áera alagada.
Esse motorista do ônibus 355 de número B77560 da empresa Madureira Candelária foi denunciado por mim e pelos vizinhos, mas eu acho pouco...acho mesmo. Ele causou um dano facilmente evitável, bastava ele não ser ignorante a ponto de tentar passar por uma rua com água á 1 metro de altura e mesmo se a ignorância não o permitisse raciocinar, o moço poderia ter enfiado o rabinho entre as pernas e pedido desculpas, ao invés de xingar moradores preocupados num momento de fragilidade.
A mim resta torcer para que criem pílulas de cura contra ignorância, que a gente ache alguém que cobre barato pra consertar o portão e que os cachorros não fujam pelo buraco.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Hotel California

Eu quero limpar minha casa, esvaziá-la e deixá-la limpa, pronta e cheirosa para os móveis e minha mudança, mas não posso fazer sozinha já que tudo que está dentro da casa é da minha mãe. Fazem quase 2 meses que eu estou pedindo que ela me ajude, primeiro a desculpa era esperar as crianças entrarem de férias, depois esperar minha tia entrar de férias, tudo isso aconteceu já e ela continua dizendo que "depois" e eu vou me sentindo presa aqui, amarrada, como se não tivesse como sair.

 "You can't check out anytime you like, but you can never leave." É isso que eu sinto, que eu estou presa aqui, as vezes queria alugar algum lugar, na verdade essa ideia não sai da minha mente, arrumar um emprego e alugar nem que seja uma kitnet, longe daqui, pra fugir mesmo. Tenho medo dessa prisão atrapalhar meu relacionamento...e não adianta falar, pedir, conversar, sempre vai ser "depois" e não adianta ir lá e arrumar sozinha porque posso acabar jogando as coisas dela fora e isso me renderia muito mais dor de cabeça...
foda difícil!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Tá tenso

Esse post está pronto desde a madrugada enquanto eu estava sentada na sala escura.
Tudo começou quando eu percebi que PRECISO voltar pra terapia.
Minha mãe e eu vivemos um relacionamento abusivo, desde que eu era criança. A coisa funciona assim:

1º Tudo dela é melhor, eu sou feia, meu nariz é estranho, meu pé é enorme (nós calçamos igual). E isso afetou muito minha auto-estima, foram precisos 2 anos de terapia para que eu entendesse que o problema é ela e não eu. Eu sou linda do meu jeito e me achar inferior ao mundo porque minha mãe me fez acreditar nisso é muito errado.
2º Assim como "uns e outros" ela vive na Disney e por mais e estejamos cheios de problemas NINGUÉM pode saber, absolutamente NINGUÉM.
3º Ela NUNCA está errada, NUNCA! E se ela percebe que está mesmo errada ela vira o jogo com uma chantagem emocional surreal e me faz sentir culpada por estar certa.
4º Ela me vê como propriedade dela, não tenho direito a ter opinião contraria a dela, ou eu viro a vilã da história.

A coisa chegou ao limite nos últimos dias, quando por um capricho do Universo tivemos problemas com as companhia de telefone e luz e eu quem tive de resolver tudo sozinha. Sempre que eu reclamava que minha mãe simplesmente ficava sentadinha esperando eu resolver tudo ela arrumava um jeito de me fazer sentir culpada. Hoje o cúmulo foi ela responder o meu comentário que estava cansada de fazer tudo sozinha dizendo que eu a havia ofendido dizendo que a unha dela estava feia. Cês tem noção?
Explicando: Ontem estava chuvendo e a gente sem luz, eu no telefone com a companhia de energia e minha mãe se arruma e vai fazer as unhas. O fiscal da companhia de luz vem aqui em casa, tira foto do relógio de luz e vai embora SEM LIGAR o mesmo e eu ligo pra ela, ela atende e fala de um modo aéreo pra ninguém no salão saber que ela está sem luz, afinal na Disney não falta luz. Aí quando ela volta e me mostra eu digo que achei feia, que parece unha de p%$a (unha de oncinha pra mim é muito brega e como eu estava com muita raiva falei mesmo). 
Eu digo que estou cansada de resolver todos os problemas sozinhas e ela diz que ficou ofendida porque falei mal da unha dela.

E isso foi só ontem e hoje. Eu tenho muito mais pra falar, mas como a Mi disse no Facebook "é mãe, né?" e eu não quero pintá-la de vilã, porque ela não faz por mau, ela só acha que isso tá certo, ela é minha mãe e pronto ela tem direito de realizar todo esse controle piscologico em mim. Eu tentei levá-la pra terapia, terapia de família, sacas? Mas ela se recusou e se sentiu ofendida, jogou na minha cara por meses que eu a achava maluca e bla bla bla.

Há quase 3 anos atrás eu já tinha falado disso. E a coisa continua quase igual, ela frustrada por não ter conseguido fazer de mim uma extensão dela  e eu lutando pra me libertar disso a cada dia, naquela época eu achava que tinha que ser assim e pronto, agora eu sei que tá errado, o certo era a gente aceitar as diferenças e viver bem, talvez depois que eu me mudar a gente chegue nesse ponto...talvez.
Estou encarando o pc há algumas horas escolhendo as palavras certas para o próximo post. Ele está prontinho na minha cabeça, mas tá complicado passá-lo para o blog sem parecer mimada, mal agradecida ou coisa do tipo. Tá tenso...

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

100% de apoio, só que não

Lembram que disse que mamãe e namorado estavam me apoiando 100% na abertura da minha loja? É exatamente isso, só que não. Namorado tá sim, mas minha mãe...ah minha mãe. Agora ela decidiu que eu tenho que arrumar um estágio em RH, sim em RH...daí fui chamada pra uma entrevista num bairro "próximo" num lugar onde não tem condução, não tem...eu teria que pegar o trem até São Cristovão e lá mudar de ramal e pegar um até o Méier e depois andar uns 5 minutos, mas pra minha mãe essa é a oportunidade da minha vida e eu tenho que ficar lá até conseguir passar num concurso público...porque é isso que eu tenho de fazer, passar num concurso público e me formar e casar na igreja e só aí pensar em ter mais filhos. Porque foi isso que ela fez, só que não.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Eu, o Facebook e o Arrependimento pt 2

Voltar ao Facebook definitivamente não foi a decisão mais sensata da minha vida, não foi mesmo, assim que eu percebi isso tomei uma decisão levemente mais sensata, mas mesmo assim a coisa não tá fluindo. A prova foi o diálogo que rolou ontem no meu mural:

Ser Humano: Me conta quem é bofe?
Eu: Que bofe? (Eu realmente não havia entendido a pergunta dela.)
SH: namorando serio oras (Aí eu fiquei confusa, será que ela sabia quem era eu ou estava confundindo com outra Mariana)
Eu: O mesmo de antes, pai do meu filho e tals...lembra? rsrs (Fiz o máximo possível para não ser estúpida, afinal SE eu tivesse terminado com o Valber, ela achava que menos de 3 meses depois de perder meu filho eu teria arrumado outro namorado? Sério?)
SH:  é serio agr e d novo? rs
(Uma pausa aqui. Nesse momento eu já estava cuspindo fogo. Como assim de novo? Como assim "É sério agora?" É porque antes não tinha mudado o relacionamento no Facebook? Só é sério quando você muda o relacionamento no Facebook? Pra mim estar junto, dando apoio e fazendo planos pro futuro era sério o suficiente, mas acho que não, né? E de onde ela tirou essa porra porcaria desse de novo?
Eu: Não é de novo, é ainda..


Depois disso a conversa morreu, claro (e eu já apaguei esse trecho então nem adianta ir fuxicar hihihi). Eu realmente reclamei muito no começo da gravidez  de achá-lo frio comigo e por conta dos hormônios em festa me sentia muito insegura de achar que ele só estava comigo porque se achava na obrigação de me assumir. Tá tudo isso aqui no blog e algumas pessoas ouviram muitas reclamações minhas, mas eu nunca terminei e dificilmente iria terminar de verdade, mas enfim...fiquei muita chateada de verdade, ainda mais por essa ter sido uma pessoa que eu considerei o suficiente para adicionar no perfil novo. A vida era melhor quando eu só falava com quem me procurava por outros meios...era bem mais fácil.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Eu, o Facebook e o arrependimento

Ontem voltei pro Facebook e confesso já estou arrependida....me arrependi ontem mesmo pra falar a verdade. Já pensei em desativar de novo, em deletar de vez e fazer um novo onde eu só adicionaria gente bem íntima...não sei, só sei que voltar não foi a decisão mais sensata. A única parte boa é ter as meninas do BBC, fora isso...tá ruim de mais.