Páginas

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Tá tenso

Esse post está pronto desde a madrugada enquanto eu estava sentada na sala escura.
Tudo começou quando eu percebi que PRECISO voltar pra terapia.
Minha mãe e eu vivemos um relacionamento abusivo, desde que eu era criança. A coisa funciona assim:

1º Tudo dela é melhor, eu sou feia, meu nariz é estranho, meu pé é enorme (nós calçamos igual). E isso afetou muito minha auto-estima, foram precisos 2 anos de terapia para que eu entendesse que o problema é ela e não eu. Eu sou linda do meu jeito e me achar inferior ao mundo porque minha mãe me fez acreditar nisso é muito errado.
2º Assim como "uns e outros" ela vive na Disney e por mais e estejamos cheios de problemas NINGUÉM pode saber, absolutamente NINGUÉM.
3º Ela NUNCA está errada, NUNCA! E se ela percebe que está mesmo errada ela vira o jogo com uma chantagem emocional surreal e me faz sentir culpada por estar certa.
4º Ela me vê como propriedade dela, não tenho direito a ter opinião contraria a dela, ou eu viro a vilã da história.

A coisa chegou ao limite nos últimos dias, quando por um capricho do Universo tivemos problemas com as companhia de telefone e luz e eu quem tive de resolver tudo sozinha. Sempre que eu reclamava que minha mãe simplesmente ficava sentadinha esperando eu resolver tudo ela arrumava um jeito de me fazer sentir culpada. Hoje o cúmulo foi ela responder o meu comentário que estava cansada de fazer tudo sozinha dizendo que eu a havia ofendido dizendo que a unha dela estava feia. Cês tem noção?
Explicando: Ontem estava chuvendo e a gente sem luz, eu no telefone com a companhia de energia e minha mãe se arruma e vai fazer as unhas. O fiscal da companhia de luz vem aqui em casa, tira foto do relógio de luz e vai embora SEM LIGAR o mesmo e eu ligo pra ela, ela atende e fala de um modo aéreo pra ninguém no salão saber que ela está sem luz, afinal na Disney não falta luz. Aí quando ela volta e me mostra eu digo que achei feia, que parece unha de p%$a (unha de oncinha pra mim é muito brega e como eu estava com muita raiva falei mesmo). 
Eu digo que estou cansada de resolver todos os problemas sozinhas e ela diz que ficou ofendida porque falei mal da unha dela.

E isso foi só ontem e hoje. Eu tenho muito mais pra falar, mas como a Mi disse no Facebook "é mãe, né?" e eu não quero pintá-la de vilã, porque ela não faz por mau, ela só acha que isso tá certo, ela é minha mãe e pronto ela tem direito de realizar todo esse controle piscologico em mim. Eu tentei levá-la pra terapia, terapia de família, sacas? Mas ela se recusou e se sentiu ofendida, jogou na minha cara por meses que eu a achava maluca e bla bla bla.

Há quase 3 anos atrás eu já tinha falado disso. E a coisa continua quase igual, ela frustrada por não ter conseguido fazer de mim uma extensão dela  e eu lutando pra me libertar disso a cada dia, naquela época eu achava que tinha que ser assim e pronto, agora eu sei que tá errado, o certo era a gente aceitar as diferenças e viver bem, talvez depois que eu me mudar a gente chegue nesse ponto...talvez.

2 comentários:

  1. Má...por 10 anos que morei sozinha minha irmã vivi um pesadelo parecido, parecia q eu num tinha vida própria, ou eu fazia o q ela queria para ter paz ou tenta-lá agradar, ou contraria para tentar ter minha opinião e ai a briga tava armada, ela se intrometia demais, ate nos meus relacionamentos, mas chegou um dia q cansei....nossa! Virou um pesadelo, mas tbm passou um tempo e me casei, nossa, sou tão feliz com meu marido e tendo minha casa, meu canto....
    Mas sei tudo o q vc passa, então o melhor a fazer êh tentar sair das asas delas, assim vão ter paz e ser uma família descente.

    Bjss, nanda

    ResponderExcluir