Páginas

domingo, 5 de maio de 2013

Catarse

Como diz o texto essa postagem é apenas uma catarse, a pessoa a quem é direcionada nem vai ler (ou vai no momento certo), mas eu PRECISO disso ou vou acabar arranjando barraco e nessas horas o melhor é ignornar.

Prezada, apenas hoje, 8 dias depois do que escreveu, é que li sua adorável indireta no Facebook, e só li porque uma outra pessoa me mostrou. Estou montando minha casa, concluindo minha faculdade, curtindo meu marido, vivendo, sabe? Acaba que não tenho tempo pra fofoquinha no Facebook. Assim que li sua indireta, senti vontade de responder, mas achei melhor deixar pra lá, porque deve ser muito triste ter uma vidinha meia boca e ter de viver de migalhas da vida dos outros. Pergunto-me se você já aguardou por um filho por 38 semanas e no momento em que ele deveria mudar sua vida para melhor, ele morre e tranforma tudo em um gigante pesadelo, se já sentiu o vazio gigantesco de ter os seios de leite e não ter quem amamentar ou se já precisou pagar pelo enterro de um bebê que nunca chegou a ver seu rosto. Pergunto-me só por perguntar, porque sei que suas duas gestações geraram lindos e saudáveis meninos, e que você sempre saiu da maternidade com um bebê nos braços e um sorriso no rosto. Pois é, mesmo não tendo conhecido minha dor, na pele, você sabe por tudo que passei, você esteve comigo no meu chá de bebê e também 15 dias depois do meu parto, você viu a alegria que habitava em mim no primeiro e o vazio que me consumia no segundo. Assim sendo você deveria entender o porque da minha prudencia dessa vez, porque eu prefiro me reservar, porque eu não quero espalhar. Mas você não respeita esse momento ou a minha dor e eu sei porque. Apesar de ser mulher adulta, você deixa a mamãe tomar suas decisões, prefere abrir mão da sua felicidade pra deixar a mamãe feliz e aí fica vazia, amarga...uma pena.
Espero que você vire mulher, peite a mamãe e volte pra vida que lhe fazia feliz e espero que amadureça também, porque mulher de 20 anos, com 2 filhos não tem o menor direito de se comportar como adolescentizinha intriguenta de filme americano. No mais, desejo aos seus filhos, que amo tanto, uma vida longa, saudável e feliz....e a você, a você eu desejo em dobro...!

2 comentários:

  1. Arrazou Mari, tem gente que parece que não tem vida própria.

    ResponderExcluir
  2. caraleo, texto mais foda não há, dá ate vontade de imprimir e botar moldura! Bjs

    ResponderExcluir