Páginas

quarta-feira, 22 de maio de 2013


2007
"São nos pequenos detalhes que eu vou te conquistar." Foi tipo uma ameaça, eu estava reticente, não queria namorar, não com ele...e mesmo passamos 6 meses juntos, todas as vezes que nos encontravamos eu pensava em terminar, mas apesar do ciúme exagerado e da família Adams os malditos pequenos detalhes estavam sempre lá, a ligação pra saber como foi meu dia, a sms de boa noite, a cesta de café da manhã sem nenhum motivo e eu fui ficando, pelos pequenos detalhes. Daí um dia eu dei um basta, porque era fofo, mas era pouco. Mas como uma maldita maldição os pequenos detalhes passaram a fazer parte da minha vida, e se eles me prenderam por 6 meses, eu sinto falta deles...tão pequenos, tão poucos e tão bons.

Veja bem, passaram 6 anos, SEIS...hoje dessa pessoa aí em cima eu só quero distância!!! Não consigo lembrar de NADA bom desse relacionamento, fazendo um balanço nem mesmo os pequenos detalhes valiam a pena, perante todo o sofrimento e abuso que eu vivia, coisas inclusive que só minha terapeuta e eu sabemos, hoje vivo um relacionamento saudável, mas sem pequenos detalhes...talvez pequenos detalhes não façam diferença ou transformem em perfeito algo que já é bom...mas como saber? O jeito é só imaginar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário