Páginas

sábado, 26 de julho de 2014

Devaneios de uma noite fria

Acredito em muita coisa e ao mesmo tempo não acredito em coisa alguma.  Sou confusa, estou confusa! Sei lá...
Pois bem...essa noite sonhei com um homem, a gente conversava sobre meu assumido (e atual) medo de morrer. Ele me dizia uma frase "Seja pelo fim da consciência ou pela vida eterna, a morte é ruim pra quem fica." Acordei com essa frase e mil ideias na cabeça. Seria essa frase algo que ouvi, ou era só meu subconsciente me acalmando?
Fui ao google e joguei a frase...achei um texto ótimo ( aqui).
Comecei a refletir mais e mais sobre ele.. Tenho medo de ser o fim, de não reencontrar os que se foram, mas veja bem...se assim o for, vai passar batido, né? Não vai doer...não vou saber.
Parte de mim torce pra um pós vida, porque caso a morte seja o fim, meu primeiro filho não foi uma missão dada a mim, foi só uma tragédia aleatória....
E se o sonho foi um recado, uma epifania ou só algo inconsciente sé manifestando não tenho como saber...mas serviu pra diminuir esse medo.
E vida que segue, até que não siga mais...pois como disse Ariano "tudo que é vivo, morre"

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Ela quer o mundo

Ela quer se formar, ser psicóloga, abrir o próprio consultório, se pós graduar, quer ser mestre e doutora.
Ela quer ser doula, ajudar mulheres a serem protagonistas dos seus partos
Ela quer mais 2 filhos e que pelo menos um deles nasça em casa
Viajar, fazer um cruzeiro, nadar com golfinhos
Ela quer ter um negócio próprio, ser empresária e empreendedora
Ela quer criar o filho (e os que hão de vir) com apego, com chamego e muito amor
Ah ela quer viver 100 anos...e uns outros 30 mais depois.