Páginas

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Vilões e Mocinhos

O vilão não é malvado pelo simples prazer de ser mau, aliás, o vilão nem se acha mau. Na cabeça dele o erro é do outro. Ele é injustiçado e precisa apenas defender-se.
O vilão se vê mocinho, salvo raras exceções.
Assim sendo, fica em mim a dúvida. Sou eu mocinha ou vilã? Sofro eu, ataques massivos e desnecessários ou nada além de represálias a minha vilania?
Talvez um pouco dos dois. Aqui é vida real, ninguém é só bom, tal qual as mocinhas da novela ou só mau, tal qual as vilãs.
Talvez se a polaridade fosse assim extrema e definida, a vida fosse mais simples. "Sou má e pronto! Vou aproveitar enquanto posso pois o bem sempre vence." ou "Sofro aqui, vou chorar e tudo mais, mas terei meu final feliz."

Nenhum comentário:

Postar um comentário