Páginas

segunda-feira, 9 de março de 2015

Apenas mais uma de amor...

Hoje eu quero falar, falar muito e sobre muitas coisas. Talvez  o post se torne confuso, um emaranhado de ideias que não casam, talvez eu divida em vários posts ou drops...vai acomapanhando daí e se, por acaso, se perder me avisa que eu te gui pela mão.
Vamos falar da Dilma? Porque acho que com ela puxo todo o resto.
Ontem houve pronunciamente da presidenta e lá em São Paulo teve panelaço, buzinaço e vaias pra TV. OK? ok
Acho válida toda forma de protestar que não envolva vandalismo, mas acho também que o protesto todo foi tipo meu pai xingando os jogadores do Botafogo enquanto assiste aos jogos sentado na varanda de casa. O que complica nesses protesto é a misóginia do negócio, afinal chamar de corrupta, burra ou qualquer outra ofensa que caberia caso fosse um presisento (eu sei, eu sei) é pouco e a galera passa logo pra "vaca", "piranha" ou "gorda" e "dentuça"...aí a coisa fica feia, hein...
E falando em coisa feia...
Um juiz disse que no twitter que Gilma sancionando a lei do feminicídio, seria "legislar em causa própria", opa...peraí...como? A galera chiou, óbvio e aí ele disse o clássico: "Just kidding". Tenho andado meio puta da vida com isso, galera anda falando todo tipo de merda e em toda siituação e ao rolar um contestamento diz "Era brincadeira/piada" e pronto! Não pode ser assim não, amiguinhos! Sejamos mais sensatos!!! Pense antes de falar e ASSUMA A MERDA QUE DISSE, caso seja contestado. Justificar com "tava brincando" só faz de você um babaca frouxo...fica a dica.
Falta alguma coisa?
Ah sim...
Qual é essa parad que agora opinião virou bandeira de guerra? Não dá pra dizer um "ai" sem que a turma do "ui" não comece com ataques pessoais e irrestritos.
Parem! Eu hein...
É acho que, por enquanto, é isso...vou seguindo com esse forninho pesado que eu tô segurando.
Beijos e queijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário