Páginas

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Algumas virtudes são conquistadas com perseverança, outras com cicatrizes!
Eu estou num misto de perseverança e cabeçada (que gerará galos e cicatrizes) para conquistar o hábito de aceitar que todas as pessoas são diferentes, ninguém é de todo bom e nem de todo mau. Acho muito difícil esse exercício de conhecer cada pessoa que passa por nossa vida, entender os defeitos, admirar as qualidades e não anular um pelos outros.
Não estou falando aqui de empatia, de colocar-se no lugar do outro e sim de interagir com o outro dentro daquilo que a pessoa o é.  Todo mundo é feito de defeito e qualidade, ninguém é perfeito...
E eu vou por aqui, dando cabeçada pra entender que e aceitar que ninguém é só defeitos, e mais que os defeitos não apagam as qualidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário