Páginas

sábado, 9 de janeiro de 2016

Uma carta a mim

Prezadas Marianas de 2006 e 2026, essa carta e direcionada a vocês! Vocês não existem de verdade, uma já não é mais e a outra talvez um dia seja, mas ainda assim tendo essa consciência quero escrever a vocês!
Uma está prestes a completar 18 anos, a outra tem quase 38!!! Aqui no meio do caminho, creio que exista muito pouco de uma na outra.
A você que tem 17 anos, eu sou obrigada a dizer: LIBERTE-SE!!! Sua mãe não tem culpa de nada, a responsabilidade é toda sua. Sem arrogância, sem grandes batalhas, mostre a ela aos poucos quem você é, deixa-a ver que você não é uma continuação da vida dela, você é uma pessoa independente dela, e seja mais gente boa com a Thayná, porque você não é continuidade da sua mãe, e tudo o que você faz é porque quer!!!!!
A você que tem 37 anos, eu peço que ame incodicionalmente seus filhos, deixe-os perceber que você os ama, diga eles sempre que puder e respeite-os. Eles não são uma continuação da sua vida, são pessoas independentes, com gostos, desejos e vontades próprios. Me tira aqui uma dúvida, são só 2 mesmos ou você fez um terceiro??


Eu, aqui em 2016, estou decidida a não permitir que o estrago seja maior na minha vida, que mais mágoas sejam criadas no meu coração. Desde o primeiro segundo do ano eu tenho agradecido, porque se essa missão foi confiada a mim eu sou capaz de aguenta-la....
Então é assim, agradecer e confiar!!!!
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário