Páginas

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Entregar, confiar e receber...

Cada pessoa trilha sua própria jornada e comparar os caminhos é, no mínimo, estupidez. Seja acreditar que sua jornada deveria ser mais como a de Fulaninho ou a de se fosse você no lugar de Beltrano faria melhor.
Eu estou no processo de "entregar e confiar", eu confio, mas não entrego. Eu me pego pensando " não era pra ser assim" ou "podia ser assado" e hoje minha musa e mentora Flávia Melissa me trouxe de volta a realidade, me lembrando que o futuro idealizado nunca existiu e que o passado já não existe mais pra ser alterado, só o que existe é o presente e a realidade atual é de minha inteira responsabilidade.
Eu preciso mudar o que não gosto, agradecer por tudo, entregar, confiar e aí receber...
Segue o jogo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário