Páginas

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Incomodou, doeu...

...leva pra casa que é seu.

Essa frase que ouvi da minha musa, diva, linda, maravilhosa Flavia Melissa me ajuda a parar pra pensar um pouquinho quando fazem ou falam algo que me machuca.
Mas tem momentos, aaah...tem momentos que dói lá dentro, tão profundo e que por mais que eu tente enxergar o porque daquilo me aborrecer tanto e de que o outro é uma pessoa separada de mim sobre a qual eu não tenho controle algum, minha única vontade mesmo é sentar e chorar.
Eu acordei numa vibe ótima, minha manhã foi linda, tudo deu certo, fluiu, encaixou...e aí eu ouço uma coisa aqui, vejo uma outra ali...e quero chorar, chorar e chorar...
Daí a gente escreve, porque ajuda a racionalizar, depois se a vontade persistir a gente chora (aqui passou) e aí a gente senta em silêncio e se ouve pra ver se entende o que machuca tanto e concentra pra compreender que somos donos somente das nossas ações.
E simbora embora...

Nenhum comentário:

Postar um comentário